menu

margarida.net

The Revenant e filme português Gelo

Calendário de artigos

< Março 2016 >
S T Q Q S S D
voltar ao mês actual
A carregar
  01 02 03 04 05 06
07 08 09 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

No seguimento da viagem à Serra da Estrela as seguintes visitas ao cinema enquadraram-se no mesmo contexto, The Revenant e o filme português Gelo.

Escolher o maior pacote de pipocas para ver o The Revenant parece ter sido o meu maior erro de 2016. Não me lembro de ter estado numa sala de cinema tão silenciosa, o que é um espetáculo mas no início é estranho. Ainda consegui ir tirando umas pipocas numas cenas com mais barulho enquanto a senhora ao meu lado flipava com determinadas cenas (a sala estava cheia e já tinha passado uma ou outra semana da estreia) mas sobraram pipocas...

Gostei do filme, achei envolvente mas já vi filmes que me envolveram mais do que este. Talvez fosse por estar meio constipada e só estava a ouvir de um dos meus ouvidos ou do extremo silêncio mas gostei e não apanhei seca. A isto se resume a minha grande crítica cinematográfica de um grande vencedor de oscares, eheh.

The Revenant - capa do filme

Na sexta-feira passada fui ver o filme português Gelo, um dia depois da estreia nos cinemas e eramos 3 pessoas na sala. Talvez fosse por estar a dar o Benfica - Sporting... esperemos que sim.

Gelo - capa do filme

Estou para aqui a julgar mas não via um filme português no cinema, provavelmente desde 2009, ano do filme A Esperança está onde menos se espera, que gostei muito na altura. Desta vez foi uma escolha improvável mas o trailer até está interessante.

O filme Gelo realizado por Gonçalo Galvão Teles e Luís Galvão Teles com o papel principal de Ivana Baquero (Labirinto de Fauno de Guillermo Del Toro) teve estreia mundial na abertura do Fantasporto e foi um filme que passei mais de metade a pensar nas possibilidades da relação e, algo que não é nada habitual, depois de sair, pesquisar sobre o filme na net à procura de maior entendimento. Mas atenção, gostei do filme! Não sou assim tão entendida de cinema mas não sei se o argumento está a 100%, podia facilitar ali uma pequena junção no meio, no entanto, não me importo, é algo que dá que falar e discutir sobre o filme. No IMDB contava com 2 reviews, agora já vão em 6 e muitas mais deverão surgir.

O filme é dividido em duas histórias, Catarina e Joana e gravado em Portugal (provavelmente não totalmente). É falado em português e espanhol (este último com legendas). Até filmaram perto do meu local de emprego, filmaram na rua Rosa, no Le Chat, em Sintra, muitos sitios conhecidos! Muito giro de ver no cinema.

Não sei os nomes técnicos mas a filmagem, cores, passagens, estavam muito boas e podia passar por um filme americano (e em muitos casos, muito melhor que alguns filmes americanos). Foi intervalo e eu nem me lembrava que ia haver, por isso, estava bastante interessada. Gostei desta experiência e filme!

Comentários