menu

margarida.net

Serra da Estrela

Calendário de artigos

< Março 2016 >
S T Q Q S S D
voltar ao mês actual
A carregar
  01 02 03 04 05 06
07 08 09 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Fevereiro foi um bom mês para tirar uns diazinhos de férias e fazer uma escapadinha na Serra da Estrela!
Tivemos sorte, pois calharam uns dias depois de um nevão, já que este ano a neve na Serra da Estrela tem sido fraca. Andei uns quantos dias a vigiar o site com a previsão de neve na Serra da Estrela, não desse o caso de dar um nevão e nem conseguirmos chegar ao hotel ou termos de ir mais cedo.

<3, Serra da Estrela

Na quarta-feira chegámos e almoçámos tarde na Covilhã, no restaurante/pastelaria Montiel, já que temos tendência a chegar depois da maioria das cozinhas fecharem e este sitio ainda nos serviu, um belo estufado de peru com puré e uma espetada de novilho. Muito bem servidos! Experimentei Papas de Carôlo, um doce regional semelhante ao arroz doce mas com papas doces de milho.
O restaurante fica no primeiro piso e achei estranho ao descer para o café para sair, estar muita gente a fumar no interior quando a porta tinha o sinal proibido fumar.

Estufado de peru com puré - Restaurante Montiel Espetada de novilho - Restaurante Montiel Papas de Carolo - Restaurante Montiel
Restaurante Montiel

Nesse dia, já se fazia tarde, escuro e começava a chover. Fizemos checkin no Hotel dos Carqueijais que fica entre a Covilhã e as Penhas da Saúde, onde ainda tem um pouco de civilização mas à volta deste hotel não há nada.

Hotel dos Carqueijais

Hotel dos Carqueijais
Hotel Carqueijais Replica do Hotel dos Carqueijais Vista do Hotel dos Carqueijais

Pontos positivos

  1. Estacionamento
  2. Vista sobre o vale da Cova da Beira
  3. Muito bom isolamento do frio em todo o hotel
  4. Ar condicionado nos quartos
  5. Pequeno-almoço com muita variedade de pães, um óptimo doce de abóbora e de frutos vermelhos e uma bela vista sobre a piscina exterior
  6. Jantar com comida muito saborosa e empregado super simpático

Pontos negativos

  1. Jantar mais demorado
  2. Wifi com senha diária cujas 24 horas não são a partir da data que vamos pedi-la à receção e só pode ser usado uma pessoa de cada vez
  3. Não tinha ninguém a atender no bar
  4. Zona afastada de outros serviços, por ficar a meio da civilização
Pequeno-almoço no Hotel Carqueijais Vista do Pequeno-almoço no Hotel Carqueijais

Em geral, o resultado é muito positivo, um sitio quente, confortável e sossegado. Permite um bom descanso.

No primeiro jantar pedi a escolha vegetariana, Beringela recheada, que fiquei espantada com o equilibrio de sabores, à excepção de algumas partes que parecia ter sal a mais e a sobremesa, fofo de chocolate com gelado de baunilha saboroso.

Beringela recheada Fofo de chocolate com gelado de baunilha

No dia seguinte acordámos com um pouco de neve no parapeito da janela, tinha nevado durante a noite!

Despachamo-nos cedo e subimos, subimos, passando pelas Penhas da Saúde. Por volta das 09:20 ainda não tinham aberto a estrada de acesso à torre mas não deveria faltar muito pois vimos o limpa-neves passar.

Penhas da Saúde Neve no carro na Serra da Estrela Serra da Estrela Gelo na Serra da Estrela Árvores na Serra da Estrela

Não esperámos e fomos passear até Manteigas, para ver o Vale Glaciar a caminho e onde explorámos o Covão d`Ametade e o Poço do Inferno.

Covão d`Ametade

Uma zona vasta e lindissima coberta de neve, no início do vale glaciar e passa o rio Zêzere. Estava deserto quando lá chegámos e tem mesas para piqueniques e muitas árvores. É onde se encontra a base do Cântaro Magro, um rochedo popular para práticas de escaladas e que só descobrimos qual era já quase a chegar à torre.

Covão d`Ametade Covão d`Ametade Mesas de refeição no Covão d`Ametade Vista da entrada no Covão d`Ametade 2016-02-18_09-40-24 Covão d`Ametade - painel informativo Covão d`Ametade - panorâmica Covão d`Ametade Perto do estacionamento para visitar o Covão d`Ametade
Covão d`Ametade
A caminho de Manteigas - Vale Glaciar
A caminho de Manteigas

Miradouro

Mesmo antes de entrar na vila de Manteigas virámos para ver os Miradouros. Existe um que se vê o coração da Serra da Estrela. A falha das árvores faz um coração numa montanha em Manteigas.

Miradouro - coração da Serra da Estrela, Manteigas
Miradouro - coração da Serra da Estrela, Manteigas

Poço do Inferno

A 6km de Manteigas e a uma altitude de 1080m, o Poço do Inferno. Uma pequena lagoa com uma queda de água com 10 metros de altura e um enorme barulho da água a cair. Tem uma gruta onde se vê um pequeno gotejar no interior.

Poço do Inferno, Serra da Estrela
Poço do Inferno, Serra da Estrela Poço do Inferno, Serra da Estrela Poço do Inferno, Serra da Estrela Estrada até ao Poço do Inferno, Serra da Estrela Perto do Poço do Inferno, Serra da Estrela Perto do Poço do Inferno, Serra da Estrela
Poço do Inferno, Serra da Estrela

Manteigas

As paragens que fizemos até Manteigas foram muito bonitas e existem alguns trilhos para percursos pedestres pelo caminho. Foi o que nos compensou mais pois a paragem em Manteigas foi mesmo curta para comprar uns pequenos matimentos para almoçar na torre.

Igreja, Manteigas
Igreja, Manteigas

Subida até à Torre

Algumas fotos pelo caminho a tão bela paisagem.

Serra da Estrela, panorâmica Serra da Estrela, panorâmica Serra da Estrela, panorâmica
Serra da Estrela
Tunel com estalactites de gelo, Serra da Estrela Tunel com estalactites de gelo, Serra da Estrela Tunel com estalactites de gelo, Serra da Estrela
Tunel com estalactites de gelo

Continuamos a subir até à Torre. sitio mais alto de Portugal Continental a 1993m de altitude!

Estrada na Serra da Estrela Serra da Estrela -4º celsius na Serra da Estrela
Estrada na Serra da Estrela
Caminho até à Torre

Em baixo a foto do Cântaro Magro, cujo sopé fica no Covão d`Ametade onde tivemos antes.

Cântaro Magro, Serra da Estrela

Torre

Na Torre, apanhámos vários tipos de meteorologia. Solarengo, nublado, extremo nevoeiro e frio. Só não nos nevou em cima.

Torre, Serra da Estrela Torre, Serra da Estrela Nevoeiro, Torre, Serra da Estrela Casinha de madeira, Torre, Serra da Estrela Torre, Serra da Estrela Torre, Serra da Estrela, Panorâmica Torre, Serra da Estrela Atirar neve ao ar, Torre, Serra da Estrela
Torre, Serra da Estrela

Neste dia tivemos entretidos a fazer sku até ficar dorida. Levei uma cena que tinha mas existe aluguer de material para fazer sku na Torre, sem ter de se ir para a estância de ski.

No último dia, como fizemos checkout do hotel, já saímos mais tarde e fomos diretos para a Torre. Andámos numa outra zona para descobrir uma igreja e uma casa, aparentemente abandonada.

Torre, Serra da Estrela Torre, Serra da Estrela Casa, Serra da Estrela
Serra da Estrela Torre, Serra da Estrela, Panoramica Vista da Torre, Serra da Estrela
Serra da Estrela

Sobrevoaram-nos dois jatos por duas vezes. Da primeira ficámos parvos a olhar mas da segunda ainda conseguimos tirar uma fotografia. Por momentos foi assustador, porque só estavamos os dois numa determinada zona e passaram-nos mesmo por cima e aquilo faz uma barulheira...

Jato a sobrevoar a Serra da Estrela
Jato

Neste dia foi muito giro, encontrámos um sitio na neve imaculado e deixámo-lo um campo de batalha. Comecei por um anjo de neve e passámos a figuras, tabuleiros, pontes e letras. É bom brincar! E as calças impermeáveis que tinha por cima das de ganga mais o casaco impermeável mantiveram-me sempre quentes. O único ponto fraco foram as luvas que depois de mexer na neve ficavam molhadas.

Snowangel Empregada de mesa Figuras na neve, Serra da Estrela M M + A, neve, Serra da Estrela
Spot figuras na Serra da Estrela
Brincadeiras na neve

Ah e eventualmente lá seguimos caminho e fomos ver a fachada da Igreja, cheia de gelo de um dos lados.

Igreja, Serra da Estrela
Igreja, Serra da Estrela

Estância de ski

De carro, sai-se da Torre e vai-se até à Estância de ski. Entrámos para ver as instalações e conhecer a zona. Tinha curiosidade em experimentar mas na quinta-feira já ficava tarde e paga-se meio dia ou o dia inteiro e já não compensava sequer pagar por meio dia. No dia seguinte estava dorida do sku e nos tornozelos dos novos ténis mais subidos para andar na neve, portanto, para a próxima experimentar o ski será das primeiras coisas a fazer.

Estância de Ski, Serra da Estrela
Estância de ski

Gravei um vídeo de sexta-feira dia 19 de fevereiro, na estância de ski. No dia anterior nem tinham a neve artificial ligada mas agora já estava.

A estância de ski que devia abrir em dezembro, só abriu por volta de fevereiro. Visitámo-la na quinta-feira à tarde mas a diferença de pessoal para sexta era grandita. Pelo que ouvi, no sábado ainda era mais abismal. Toca a aproveitar a neve enquanto há!

Depois de comprar um queijinho da serra na Torre (e o que não falta são lojistas a oferecerem queijo para provarmos - saboroso!) saímos da Serra da Estrela a caminho de Seia.

Estrada na Serra da Estrela

Lagoa Comprida

Mais um sitio muito bonito como paragem obrigatória.

Conforme o painel informativo na zona:

A Lagoa Comprida situa-se a 1595 metros de altitude, sendo uma antiga lagoa glaciar com cerca de 1km de extensão. Iniciada a barragem em 1912, com 6 metros de altura, tem desde 1965 a altura de 28 metros, originando a maior albufeira da Serra da Estrela.

Lagoa Comprida, vista da estrada, Serra da Estrela Lagoa Comprida, vista da estrada, Serra da Estrela Gelo Lagoa Comprida, Serra da Estrela Lagoa Comprida, Serra da Estrela Lagoa Comprida, Serra da Estrela
2016-02-19_13-58-50 Lagoa Comprida, Serra da Estrela Lagoa Comprida, Serra da Estrela Lagoa Comprida, Serra da Estrela Lagoa Comprida, Serra da Estrela Lagoa Comprida, Serra da Estrela
Lagoa Comprida

Dizendo adeus à neve, seguimos para Seia.

Adeus à neve, Serra da Estrela
Serra da Estrela, estrada ainda com neve

Seia

Chegámos para mais um almoço tardio mas estacionámos em frente de um restaurante. Entrámos de mansinho num sitio que parecia uma casa particular ou um pequeno palácio pois as divisões e cadeiras era muito fancy. Apesar do cozinheiro ter acabado de sair, ainda tinham uns pratos mas pedimos umas tostas e cházinho e sumo de laranja natural. A viagem não podia ter terminado melhor.

Espaço Ego, Seia
Espaço Ego, Seia Espaço Ego, Seia
Espaço Ego, Seia

Junto à rotunda do tribunal em Seia encontra-se o Espaço Ego. Um local para todas as idades com uma oferta diversificada de espaços. Em casa sala encontrará uma surpresa, a sala de café em tons de vermelho, ideal para tomar uma bebida com os amigos ou a sala de tapas, para provar um vinho e petiscar. O salão de chá, com uma decoração clássica de cadeiras forradas a tecido florido e com panos de mesa a condizer, tem mais de 1500 variedades de sabores à escolha. A sala de drinks é jovem, moderna e arrojada com mobiliário de design e paredes verde alface, um espaço para bebidas espirituosas. A sala do restaurante, requintada, com espelhos, dourados e castiçais, convida a provar os sabores típicos da região.

Espaço Ego | Lifecooler

Comentários