menu

margarida.net

2 dias em Evora

Calendário de artigos

< Dezembro 2015 >
S T Q Q S S D
voltar ao mês actual
A carregar
  01 02 03 04 05 06
07 08 09 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      

Em dezembro, aproveitando o feriado de dia 8 e com férias na segunda-feira, fizemos uma escapadinha a Évora. Claro que podiamos ter feito isso no fim-de-semana mas se puder evitar confusões, ainda melhor. Escolhemos o Ecork Hotel pois queriamos algo com spa já que em dezembro o tempo costuma estar bera.

Dia 1

Já saímos tarde da grande Lisboa e tinhamos algumas sugestões de restaurantes para almoçar em Évora mas alguns, ou não encontrava as moradas no telemóvel ou estavam fechados. Acabámos por encontrar uma das sugestões após estacionarmos no centro de Évora, a Taska Fina, que a senhora teve a gentileza de nos servir, pois eram quase 15:00, hora a que fechava.
Comemos lagartinhos de porco preto com migas, que são partes do porco perto das costelas. Estava óptimo mas fiquei super cheia.

Taska Fina - lagartinhos de porco preto e migas
Lagartinhos de porco preto com migas

Decidimos continuar a passear por Évora no primeiro dia, pois a digestão ia estar a bombar o resto da tarde e não aproveitariamos grande coisa do spa se fossemos diretos para o Ecork Hotel.

Atravessámos a Praça do Giraldo e fomos conhecer a Sé de Évora. Na realidade, já lá tinha estado em frente à Sé com colegas da escola do secundário há muitos anos atrás e foi uma sensação engraçada lembrar-me disso. Não tinha chegado a entrar lá, pelo menos não tenho recordações disso e acho que me lembraria se estivesse no terraço da Sé que foi uma surpresa!

Praça do Giraldo

Praça do Giraldo Praça do Giraldo
Praça do Giraldo

Sé de Évora

Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora
Sé de Évora

O bilhete para ver a Catedral, o Claustro e a Torre da Sé de Évora são 3,50 €.

Terraço e Claustro

Sé de Évora - preço do bilhete para Catedral, Claustro e Torre Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora
Claustro e Terraço

Catedral

Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora Sé de Évora
Catedral

Templo Romano

Seguimos para o Templo Romano mesmo perto da Sé.

Templo Romano Templo Romano Templo Romano Templo Romano
Templo Romano

E em frente, temos uma estátua do Dr. Barahona que muito fez pela cidade de Évora:

(...) além das muitas acções de beneficência, deve-se à intervenção de Francisco Barahona a restauração da Ermida de S. Brás, a reparação do Aqueduto da Água da Prata, a construção do Mercado e do Balneário, a fundação da banda dos Amadores de Música Eborense, a fundação do jornal Notícias de Évora, doação da sua colecção de estatuária ao Museu de Évora e um contributo decisivo para a edificação do Teatro Garcia de Resende, entre outras iniciativas de apoio mecenático.

Grupo Pro-Évora
Évora Évora
Dr. Barahona e Liberalitas Júlia, frente ao Templo Romano

Ecork Hotel

Finalmente lá fizemos checkin no Ecork Hotel e usufruimos do spa que quando entrámos, tinha apenas duas espreguiçadeiras livres, por isso, ainda bem que fomos tarde, a partir daí comecou a esvaziar.

Piscina interior, sauna e banho turco

Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA
Piscina interior, sauna e banho turco

Já tinha experimentado há uns anos, sauna e banho turco e na altura gostei mais do banho turco mas desta vez, não sei se foi de alguma diferença de temperatura ou só dos meus gostos, mas senti-me melhor na sauna, muito confortável.

O hotel

Apenas a fachada do Hotel tinha cortiça, as suites não pareciam ter cortiça em lado algum visível mas a recepção e o restaurante, onde tomámos o pequeno-almoço, estavam bem decorados.

É um bocado chata a distância das suites à zona central, porque não estão ligados nem se pode levar o carro ao pé das suites, e neste caso, estava frio e quase que apanhámos chuva mas estava tudo tranquilo.

Os quartos têm um pátio mas também é possível acedê-los por fora das suites. Não tem grande vista pois estão situados numa zona baixa mas do restaurante já se consegue avistar algo mais das janelas e é bonito e tranquilo.

Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Entrada no Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA
Ecork Hotel

Restaurante Louro e Tapas

A descoberta fantástica para o jantar do primeiro foi o restaurante Louro e Tapas! Adorei o interior e os cogumelos à bulhão pato, que delicia. Pedimos também camarão e espargos com tempura que estavam bons também. O A pediu e gostou bastante do hamburguer e eu pedi um carpaccio mas não gostei nada, estava tudo muito amanteigado, o queijo e os molhos, não gostei, apenas consegui comer a carne e a salada mas isso não interessa muito porque aqueles cogumelos à bulhão pato souberam mesmo bem! Estava toda feliz!

LOURO, Tapas Bar & Restaurante Cogumelos à bulhão pato e mais atrás, espargos e camarão em tempura Hamburguer - LOURO, Tapas Bar & Restaurante Sangria - LOURO, Tapas Bar & Restaurante Carpaccio - LOURO, Tapas Bar & Restaurante
Louro e Tapas

Dia 2

Pequeno-almoço no Ecork hotel, bem servido.

Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA
Pequeno-almoço no Ecork Hotel

Passeámos pela piscina no 1º andar mas não estava tempo para usufruir dela, foi só para explorar o sitio.

Ecorkhotel - Évora, Suites & SPA
Piscina exterior no primeiro andar

Não sei se foi do tempo ou se a comida ou o chá tiveram algum efeito de sonolência em mim mas deu-me uma moca de sono e acabei por fazer mais uma sesta antes de fazermos o checkout e explorarmos mais um pouco de Évora o resto do dia.

Igreja da Graça

Perto da Praça do Giraldo, antes de chegar à Igreja de São Francisco há uma ruela onde avistamos a Igreja da Graça. Não deu para ver por dentro mas a fachada é linda!

Igreja da Graça Igreja da Graça
Igreja da Graça

De seguida tentámos entrar na Igreja de São Francisco mas estava a fechar para almoço, por isso, visitámos o Jardim Público de Évora ali ao lado, onde se encontra o Palácio de D. Manuel.

Jardim Público de Évora

Vasco da Gama
Vasco da Gama à entrada do Jardim Público de Évora
Palácio D. Manuel Palácio D. Manuel Palácio D. Manuel
Palácio D. Manuel no Jardim Público de Évora

As ruinas fingidas são muito bonitas e românticas e têm pavões por perto. Este nome é por serem constituídas por vários peçados de outros monumentos de Évora, as janelas são do estilo manuelino-mudéjar.

Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora
Pavões e Ruinas Fingidas

O jardim ainda é grande e vai até a uma zona própria para piqueniques.

Garcia de Rezende Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora
Jardim público de Évora

Tem um coreto e gansos num lago.

Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora Jardim Público de Évora
Coreto e lago com gansos

Almoçámos uma sopinha na esplanada da Praça do Giraldo e seguimos, finalmente, para a Igreja de São Francisco.

Praça do Giraldo
Praça do Giraldo

Igreja de São Francisco

Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco Igreja de São Francisco
Igreja de São Francisco

Capela dos Ossos

Seguimos para a Capela dos Ossos logo ao lado da Igreja.

Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos Capela dos Ossos
Capela dos Ossos

Seguimos de carro até ao Menir e ao Cromeleque dos Almendres que fica a quase 30 minutos do centro de Évora.

Menir dos Almendres

Tem um bonito e estreito percurso pedreste até ao Menir dos Almendres e apanhámos o sol a pôr-se.

Menir dos Almendres Caminho Menir dos Almendres Caminho até ao Menir dos Almendres Caminho até aos cromeleques Caminho até aos cromeleques Caminho até aos cromeleques Menir dos Almendres
Menir dos Almendres

Cromeleque dos Almendres

Também de carro desde o Menir, fomos ao Cromeleque que fica a quase 3 quilómetros um do outro. São 95 monólitos de pedra e é o monumento megalítico mais importante da peninsula Ibérica.

Lemos os paineis com calma e mesmo o primeiro painel antes de chegar à zona dos cromeleques diz para não se andar pelo meio da zona que já está muito gasta, nós não andámos mas claro que quando chegámos havia familias montadas nas pedras e mais a chegar que iriam diretamente para o centro...

Caminho até aos cromeleques Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres
Caminho e paineis informativos
Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres Cromeleques dos Almendres
Cromeleque dos Almendres

É uma zona bastante interessante e bem conservada com monólitos bem altos!

Foi uma escapadinha cultural e relaxante!

Comentários