Natureza vs Aborto

Calendário de artigos

< Fevereiro 2007 >
S T Q Q S S D
voltar ao mês actual
A carregar
      01 02 03 04
05 06 07 08 09 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28        
Devo dizer que surpreendeste-me muito com este comentário João, que resolvi meter em post :o Só espero que não tenha havido muitos terramotos, maremotos, tempestades e etc. nos países que liberalizaram o aborto!

(...) Pois é… estavam mesmo à espera de fazer algo contra os principios da Natureza sem sofrer as concequências? Sim? Então enganaram-se… e sim, isto é só o início… e vai durar até que tudo o que está mal seja corrigido (pelo menos o principal: a mentalidade do pessoal)… nomeadamente estas leis perfeitamente ilegais aos “olhos” da Natureza… que sem dúvida alguma já atribuiu o cartão vermelho ao país! A partir de agora acabou-se o cantinho protegido da Europa… se não fazem por isso, não merecem. É sismos, tempestades, secas, maremotos, enfim… vai ser à escolha do freguês… até mudarem essa mentalidade mesquinha do só olhar para o umbigo e de não punir o que está mal… dizendo até que não à mal nenhum em certas coisas (tais como o aborto… que é óbvio que à… e a Natureza tratará de castigar até que mudem!).

Comentário do João no post anterior

Hoje por acaso, passei ali por uns murozinhos que estão ao pé da passadeira para peões como quem vai do Terminal Fluvial no Cais do Sodré para o Metro de Lisboa e tem lá uns posters colados com o bonequinho da mulher, daquele simbologia que usa-se até nos WC para homens e mulheres, e depois diz: Frágil.... pois, realmente é fragil! Mas se é frágil deviam era disponibilizar cuidados para ajudar a mulher e não penalizá-la quando ela já vai "torturada" por ela própria pela escolha que fez.

Comentários